O meu regozijo em escrever

Hoje aqui escrevo em este cantinho,
cantinho de nobre Associação
com sentir que brota
de mim, do meu coração


Todo o dia palavras escrevo
sem a sua pronuncia eu ouvir
são palavras dia a dia escutadas
por um muito humilde sentir


Não escrevo bem
mas todo o dia escrevo e bem assim me sinto
os dias há muito que silenciaram
mas masoquismo ou tristeza eu não consinto


Os meus dias muito são vividos
no regozijo de ler e escrever
mas tamanha é a tão sentida saudade
de automóveis eu estar a vender


Mas esta nossa passagem são ciclos
e para muito não temos explicação
há que seguir em frente
encontrar sempre nos dias motivação


Diz-se que para tudo na nossa vida
no sucedido Deus tem uma razão
pois eu creio que apenas somos tudo
e somente o que de nós brota do coração


No teu sentir eu posso muito pouco ser
mas só Deus bem nos conhece
ele sabe de cada um de nós
o que cada um dos outros desconhece


Pois então
não me chames louco pelo meu escrever
mal ou bem escrito
ele é melodia que adoça o meu viver

Um Abraço Amigo

This entry was posted in Cantinho do Zé. Bookmark the permalink.