Idosos na idade, jovens no almejar da vida

Dias de sol e dias em que o sol se esconde da vida, vão se revezando e nós na nossa humildade e desejo ardente dos dias viver, vamos colmatando cinzentos com o brilho e a esperança que palpita nos nossos corações.

No contar dos anos que em nós já contamos, recordamos tempos de infância e de juventude, que passaram num ápice pelas nossas vidas

Os anos já vividos vão enrugando a nossa pele, branqueando os nossos cabelos, ou os nossos cabelos “roubando” mas nos nossos corações palpitam anos de sabedoria e sentimento

Continuamos a ser um infinito de desejos e sonhos que em nós vivem!

Ai vida                                                                                                                                                         Se na nossa juventude te conhecêssemos como te conhecemos hoje, teríamos nesse nosso precioso tempo em que te vivemos construído em nós mais castelos e amado mais

Hoje sabemos                                                                                                                                             Que a maior perda das nossas vidas foram os dias em que guardamos em nós os nossos sorrisos, e não sorrimos para vida, nem para os que amamos

 

Vivemos os nossos dias na caminhada da vida, nesta nossa charneca Ribatejana que tanto amamos e onde noutros tempos o nosso suor brotamos

Enchem-nos o coração de vida                                                                                                             Todos os que nos visitam e nos sorriem

Somos idosos em Primaveras já vividas                                                                                               E jovens no almejar da vida!

 

 

This entry was posted in Cantinho do Zé. Bookmark the permalink.