Tempo ofusco em busca de sol

Uma tão nefasta pandemia que teima a não dar trégua, acontecimentos trágicos que nos roubam essência de vida e nos escurecem acentuadamente os nossos passos por este nosso apraz usufruto – por este nosso tão desejado caminhar

São dias que vivemos em ausência de sol que nos aqueça e nos jubile o bater do coração no dia a dia desta tão grande dádiva do nosso criador – a vida. Buscamos à nossa mente e ao nosso sentir pensamentos fluentes em luz que iluminem estes dias de escuridão de um presente que se vem a renovar de um passado que teima a continuar a ser presente

A nossa essência é caminhar em busca de sol que nos aqueça a alma e nos regozije com fragrância exalada pelas mais perfumadas flores em tempo de renovação de mudança serena de Primavera e direcionamos os nossos passos no aconchego em inércia de movimento e de azáfama pela rua e pelas pedras da calçada

Poderá por vezes parecer o contrário, mas na verdade continuar esta nossa dádiva é, e será sempre o maior desejo de todo o homem e no presente há que deixar de viver vida, para que os dias voltem a transpor este cinzento que ousa há já muito a deslumbrar o brilho e o sorrir de sol

Mais do que nunca, é tempo de buscar-mos em nós sol da nossa essência que poderá silenciosamente vive em nós, mas que é fundamental motor que nos afaga o coração e nos alimenta o sonho

Um abraço Amigo

José Fernandes

.

This entry was posted in Cantinho do Zé. Bookmark the permalink.