A tão desejada vacina a caminhar para o nosso lar

Na graça e proteção de Deus, e de todas as profissionais que laboram no lar de São José da Lamarosa / Coruche, o temível dos nossos dias continua até ao presente sem ousar nenhum idoso infetar e deseja-se sentidamente o chegar do dia em que a seringa se desloque ao lar da aldeia para que o antidoto tão esperado por todo o mundo seja administrado

O Senhor Primeiro Ministro António Costa já referiu que pensa que até ao ao final da próxima semana conseguir-se que todos os nossos lares de idosos estejam vacinados. E no lar de São José da Lamarosa a vacina é aguardada com muita esperança para a vida de quem outrora no tempo brotou tanto suor do seu rosto no trabalho árduo do campo e da nossa charneca Ribatejana…

Rostos de pele enrugada com tamanha saudade de saírem até à sua tão amada aldeia que os “viu” nascer, crescer e se tornarem idosos, vão sorrindo no seu cantinho que os acolhe e onde vivem o dia a dia como família. Têm plena noção do flagelo que se vive e juntos têm esperança que logo, logo o sol volte a sorrir sem que nenhum utente do lar se venha a infetar

Humildes idosos na sua maioria gentes da freguesia da aldeia e alguns pouco mais conheceram que as charnecas circundantes de onde colheram sustento para si e para criar os seus filhos… honrada gente de pouca escolaridade, acreditam piamente na ciência do homem e sabem que o homem tem trabalhado incansavelmente há um ano, noite e dia para que a dádiva da vida vença e todos eles no lar aguardam o dia em que a seringa os vai picar e que graças a Deus sabe-se estar muito próximo

Obrigado querido Deus pela sabedoria que dás ao homem

Obrigado querido Deus pela proteção dos nossos idosos, nossa honrada gente

Os dias continuam acentuadíssimos cinzentos, mas a esperança vive em nós, no nosso coração e crianças, jovens e menos jovens aguardam a chegada dos tão desejados dias em que os sorrisos, os beijos, os abraços e o convívio da vida voltem à vida

Um Abraço Amigo

José Fernandes

This entry was posted in Cantinho do Zé. Bookmark the permalink.